INÍCIO BLOG Indústria 4.0 e os impactos no negócio
Blog%20post%2002%20 %20ind%c3%bastria%204.0%20e%20os%20impactos%20no%20neg%c3%b3cio

Postado Qua, 17 de Julho de 2019, 14:53:00

Indústria 4.0 e os impactos no negócio

A indústria 4.0 promete levar automação e inteligência para as companhias. O conceito surgiu durante a Feira de Hannover, na Alemanha, sendo utilizado para indicar a quarta revolução industrial.
 
Compreender o conceito e as mudanças que surgirão no contexto empresarial é de suma importância. Afinal, a tecnologia estará cada vez mais presente nas organizações, e acompanhar o movimento é a única forma de manter competitividade diante do mercado.
 
E aí, pronto para entender todas as influências dessa revolução nos negócios? Explicamos sobre este tema a seguir!

Entenda o conceito de indústria 4.0


O termo é utilizado para falar sobre a conectividade entre máquinas, sistemas e colaboradores no ambiente de trabalho. A proposta da indústria 4.0 é promover a automação de processos e levar mais produtividade para as empresas.
 
Segundo uma pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), 68% das companhias brasileiras já ouviram falar sobre a indústria 4.0. Dessas, 90% entendem que ela proporcionará mais produtividade. Porém, apenas 5% se sentem muito preparadas para lidar com os novos desafios.
As principais áreas que devem perceber os benefícios dessa conectividade são:
  • controle de produção;
  • rastreabilidade;
  • desenvolvimento de produtos;
  • monitoramento da qualidade.
 

Princípios da 4ª revolução industrial


A indústria 4.0 se baseia no uso da tecnologia para diferentes atividades. Por isso, utiliza os seguintes princípios:
  • coleta e tratamento de dados em tempo real;
  • agilidade na tomada de decisões;
  • simulação de produtos e setores por meio de cópias virtuais;
  • flexibilidade dentro dos espaços fabris e produção conforme a demanda de produtos.
 

Tecnologias que melhoram os processos industriais

As organizações serão impactadas diretamente pela indústria 4.0, pois as tecnologias serão utilizadas de forma inteligente para promover eficiência e produtividade. Veja alguns exemplos:
 
  • Internet das coisas (IoT) – essa é a conexão entre objetos e a internet. A televisão smart é um modelo básico de IoT, sendo conhecido por muitas pessoas. No ambiente empresarial essa conectividade será percebida em veículos, máquinas e sistemas.
  • Big Data – cada vez mais as companhias farão a coleta de dados complexos que servirão de instrumento para análise de informações e tomada de decisões mais adequadas para o sucesso do negócio. Sensores instalados em equipamentos poderão perceber falhas durante o processo, permitindo que uma manutenção seja feita antes da parada total da produção.
  • Robôs colaborativos – também conhecidos como cobots, essas máquinas atuarão em conjunto com as pessoas para automatizar algumas tarefas e levar mais agilidade às operações. Em alguns casos, é possível conectar um exoesqueleto ao braço de uma pessoa para unir a sensibilidade dos homens à rapidez dos equipamentos.
 
No Brasil, apenas 2% das companhias estão adaptadas a esse conceito, conforme mostram os dados da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Isso demonstra que ainda há muito a ser feito no país, para acompanhar o movimento da quarta revolução industrial.
 
Logo, a indústria 4.0 promete impactar de forma positiva as organizações que estiverem preparadas para as mudanças. Entre as vantagens estão a redução de custos, o ganho de produtividade e eficiência nos processos industriais.
 
E você, está se adequando para este contexto? Deixe seu comentário e compartilhe a sua experiência!

COMENTAR

0 Comentário(s)